Sepe Lagos convoca os profissionais das escolas municipais de Cabo Frio para a paralisação de 24 horas

Sepe Lagos convoca os profissionais das escolas municipais de Cabo Frio para a paralisação de 24 horas que será realizada nesta sexta-feira (dia 13 de setembro). Em assembleia no dia 5/9, a categoria decidiu entrar em estado de greve. Veja abaixo, um relato da luta do Sepe Lagos:
SEPE Lagos na luta!!!
REDE MUNICIPAL DE CABO FRIO
Após a conquista do nosso plano de carreira, ficamos de negociar posteriormente alguns pontos que não conseguimos vencer na ocasião. No início do ano conversamos com o atual Prefeito da possibilidades de adequarmos o plano aos anseios da categoria e o mesmo colocou que o que queríamos não era nada perto do que conquistamos e que debateríamos posteriormente os pontos.

Desde abril estamos solicitando audiências sem sucesso, para negociarmos a seguinte pauta:
• Fim da obrigatoriedade dos cursos ( ultrapassando a carga horária dos docentes);
• Hora-aula ( não a hora relógio);
• Isonomia salarial para os auxiliares de classe e inspetores de alunos;
• Chamada dos concursados;
• Pagamento correto das horas-extras;
• Data base de abril;
• Isonomia salarial para os contratados;
• Ressarcimento do IBASCAF.

Frustradas todas as tentativas de audiência, foi deliberado paralisação para o dia 29/08/2013, um dia antes da referida paralisação, o poder executivo manda um ofício para o SEPE concedendo a audiência para um dia após nossa mobilização. Em assembleia elegemos a comissão direção/categoria que iria fazer parte da mesa de negociação( prática do núcleo). No dia da audiência fomos impedidos de entrar pois eles só aceitavam a entrada de dirigentes do SEPE, tentamos sensibilizar o governo, afinal dos eleitos em assembleia, só entrava presente um funcionário de escola e mesmo assim o governo foi irredutível ao afirmar que não receberia a comissão. Nada mais poderíamos fazer se não marcar nova paralisação.

Na paralisação do dia 05/09/2013, em assembleia em frente da prefeitura, foi deliberado que iríamos adentrar na mesma, afim de agendarmos uma nova data de audiência. Ao nos aproximarmos, em horário de funcionamento o prédio foi fechado, ficando quatro companheiros doa lado de dentro e todo o restante tentando entrar. Foi dito aos companheiros que estavam dentro que ninguém poderia entrar ou sair. A coordenadora do SEPE Lagos ao tentar entrar foi empurrada até a polícia chegar e facilitar sua entrada. Continuamos a assembleia da janela da prefeitura e decidimos que só iríamos sair dali quando a audiência fosse agendada. Vieram falar conosco o subsecretário de comunicação e o coordenador de estatística. O coordenador de estatística se comprometeu a marcar a audiência no dia seguinte se fossemos embora e voltássemos no dia seguinte às 15h, e assim a assembleia deliberou.

No dia seguinte voltamos e após o chá de cadeira, entregaram um documento dizendo que o prefeito atenderia, após de receber dados da secretaria de educação e da procuradoria.

Na assembleia do dia 05/09/2013, foi deliberado ESTADO DE GREVE e paralisação para o dia 13/09/2013.

Não iremos permitir esse total descaso com a educação pública municipal.

Link SEPE RJ

Postar um comentário

0 Comentários