quarta-feira, 9 de março de 2016



Nota do Sepe: Joguete de mentiras


Até quando o governo municipal vai tratar a luta dos trabalhadores e trabalhadoras da educação de forna tão covarde?

Diz que o sindicato está mentindo quando apresenta as contas, mas não consegue explicar como tem um déficit de 20 MILHÕES, em meses em que a folha cai pela metade, por falta dos contratados e contratadas da educação.
ABRE AS CONTAS, PREFEITO! Do que tem medo?
O governo falta com a verdade quando diz que os salários estão em dia. Hoje é o quinto dia útil, dia limite estabelecido pela lei para o pagamento da classe trabalhadora. Até o presente momento, cadê o pagamento de fevereiro?
O prefeito fala em crise, e nós sabemos que houve queda na arrecadação por conta dos royalties, mas nenhum município vizinho está passando por essa situação com seus servidores e servidoras, nem tão pouco aprovaram um orçamento de 860 MILHÕES de reais.
Como dito anteriormente, referente ao mês de fevereiro, já entrou R$ 12.103.416,09. Não realizar o pagamento é COVARDIA E MALDADE.
Chamar o maior movimento da classe trabalhadora do nosso município de vexatória é no mínimo uma comprovação de total desespero e falta de respeito com nossos profissionais.
Nossa luta é por direitos como: calendário de pagamento, décimo terceiro, 1/3 de férias, aposentadorias, vale transporte, entre outros.
Gostaríamos de esclarecer que o Sepe, não aceita o imposto sindical e se mantém da contribuição voluntária dos seus associados. Portanto, quando o prefeito diz que ao repassar dinheiro da contribuição de nossos filiados, que inclusive estava segurando de forma irregular, que foi recebido uma quantia para o sindicato, como se tivesse fazendo um favor. Com isso, temos que conscientizá-lo que esse dinheiro não pertence a prefeitura e nem ao seu governo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário