quarta-feira, 9 de março de 2016



Nota oficial:


Lamentável. Só podemos avaliar assim a nota publicada hoje pelo prefeito de Cabo Frio em seu blog. Não entendemos tamanha revolta do Chefe do Executivo, uma vez que sugerir o quinto dia útil como pagamento (o que na verdade é lei), foi sugestão da Comissão de Educação da Câmara e o líder do governo foi comunicado. Ontem à noite, conforme combinado, Dr Taylor foi avisado da decisão por telefone e aceitou formalizar o acordo com a educação na reunião de quinta-feira na Câmara.
Durante a assembleia, discutimos a importância do fechamento do ano de 2015 por consideração aos pais e alunos, mesmo tendo vários direitos não respeitados pelo governo (vale-transporte, décimo terceiro, terço de férias, entre outros).



Nas reuniões que realizamos em frente às escolas, percebemos o apoio dos pais e, jamais, poderíamos deixar essas pessoas sem resposta.



Quando o prefeito divulgou essa nota, mostrou o que já sabemos: que não se importa com os educadores, alunos ou seus pais. Parece que deseja a continuidade da greve para economizar dinheiro com os contratos! Isso sem contar as obras nas escolas... Muitas estão sem a mínima condição de uso.



Agora fica a pergunta: quem quer a greve e quem lucra com ela?


SepeLagos




Nenhum comentário:

Postar um comentário