sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Nota:

Infelizmente o Chefe do Executivo tem grandes dificuldades de entendimento. Talvez esse seja o verdadeiro problema que o mesmo tem com a educação.

Avalio como um grande retrocesso e quebra dos direitos constitucionais o entendimento do STF, porém a decisão é clara e ainda não permite trabalho escravo. Isso significa que a greve é legítima quando o pagamento está atrasado e não pode ter corte de ponto.

Estamos com profissionais que não receberam o pagamento de AGOSTO ainda, isso significa que já vão para três meses de atraso no salário.

O governo não cumpre com suas obrigações. Isso já é claro para toda a população de Cabo Frio e que este Senhor vem mentindo o tempo todo. Temos uma liminar que garante o não corte de ponto e a mesma não caiu.


#SepeLagos

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Novamente na Câmara do Silêncio

A Câmara do Silêncio mais uma vez dá um exemplo de indiferença com o cidadão. Sessão vazia e sem quórum. Onde estão os vereadores da cidade? Uma vergonha com a população!

ATENÇÃO ARRAIAL DO CABO!!!

SepeLagos conquista benefícios para servidores

As diretoras do SepeLagos estiveram hoje na procuradoria de Arraial do Cabo e apresentaram a minuta com os seguintes projetos de Lei para serem aprovados: redução da carga horária dos funcionários da Educação para 30 horas; reserva de 1/3 para planejamento do professor (a), adequando à Lei Federal; e a alteração da Lei de Consulta para diretores, para que aconteça eleições nas escolas ainda este ano, com o intuito de fortalecer o processo democrático.

A votação e aprovação desses projetos foi acordada semana passada, durante audiência realizada com o prefeito em exercício de Arraial do Cabo, Luciano Aguiar.

- Lutamos muito para conquistar esses direitos. Nossa batalha não acaba aqui. O objetivo do sindicato é ter uma escola pública de qualidade, atendendo aos anseios de professores e alunos – disse a diretora de imprensa do SepeLagos, Denise Teixeira.

Enquanto isso na Câmara...

Enquanto isso, na câmara, até moção de aplausos é aprovada pelos vereadores. No mesmo momento, o salário dos servidores é ignorado.
Todos fingem que não estão vendo. Que coisa feia.


Atenção!


Acompanhamento da sessão na Câmara Municipal de Cabo Frio.

Estamos de olho nas atividades dos vereadores e até que o legislativo se mostre ao lado do povo, nossa presença é certa em todas as sessões!


quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Ato em Cabo Frio

Como o prefeito nunca mais foi visto no seu local de trabalho, a prefeitura, hoje nós resolvemos fazer uma visitinha onde sabemos que ele sempre se faz presente: o seu escritório particular, na Av. Teixeira e Souza.

Estamos sendo tratados como lixo pelo governo, o que é um absurdo. E ainda insistem em nos atacar covardemente nas mídias sociais e na TV aberta.

Trabalhar sem salário. Quem é que aceita um absurdo desses? E SÃO TRÊS MESES DE ATRASO.


Vândalo é você, seu prefeito. A greve é um direito!

Esse recado fica também pra próxima gestão que está pra governar a cidade a partir do ano que vem. Somos pais e mães de família, trabalhadores honestos, formados e concursados, em suma: cidadãos dignos de respeito.

E de você, prefeito, nós estamos exigindo o mínimo de dignidade, que é o nosso salário.




INFORME JURÍDICO:

#ATENÇÃO!!!


A prefeitura de Cabo Frio, desde maio de 2016, tem se apropriado ilegalmente do repasse proveniente da mensalidade sindical, com base no 1% que é descontado do filiado ao Sepe. Tal ilegalidade já fora invocado no judiciário, com liminar que obriga a administração a repassar imediatamente o que é descontado do servidor filiado, tendo em vista que o município NÃO é prioritário da referida quantia, que serve pra manutenção do sindicato da educação. Como se não bastasse tamanha afronta às leis e decisões vigentes (mais uma vez), nesse mês, a prefeitura tentou, através de manobra jurídica, que a dívida que o mesmo possui com os sindicatos fossem pagos com a verba do FUNDEB. Além de ilegal (expressa vedação na lei do FUNDEB), tal ato é imoral, pois a categoria luta mensalmente pra receber seus salários atrasados, tendo o FUNDEB primordial participação na sua quitação.
Ao saber de tal conduta, o DJ em conjunto com a direção local do Sepe, requereu que a juíza reconsiderasse o seu ato e não autorizasse o pagamento dos sindicatos com verba do FUNDEB, sendo imediatamente deferido.

O Sepe possui um dever moral e ético com sua categoria, que em todo ano de 2016 sofre na penúria do atraso de pagamento e descaso da administração. Vivemos a crise junto com nossos filiados, sem repasse que nos mantém há mais de 6 meses, mas não aceitaremos que uma ilegalidade praticada pela prefeitura gere mais um ônus pros nossos educadores. Na mesma linha, tendo em vista que muitos servidores ainda não receberam agosto/16, mesmo com mais de 4 milhões liberados nos arrestos nas últimas semanas, foi deferido que os Bancos locais (BB e Itaú) prestem contas de quem recebeu e quem ainda não recebeu, e o porquê de tal ato. A prefeitura, até o presente momento, não prestou qualquer informação de pagamentos, ignorando as intimações de prestação de conta. Continuaremos na busca da justiça e regularização dos pagamentos, nos comprometendo a informa-los sempre que novidades surgirem.


Atenciosamente, Jurídico Sepe

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O DESCASO CONTINUA!

Enquanto a Educação e Saúde agonizam sem salários e direitos, os vereadores de Cabo Frio continuam com o salário em dia para isso: mais um dia de sessão vazia e sem trabalho nenhum.



Onde é que foi parar o dinheiro da educação??

Ainda por cima, nós sofremos ameaças de que nosso salário - que já não recebemos faz TRÊS MESES - será descontado por estarmos de greve.

Para os que não sabem, greve é um direito constitucional, uma conquista da classe trabalhadora.
O DESCASO CONTINUA.


CABO FRIO: A GREVE CONTINUA!!!


Os servidores da Educação e da Saúde decidiram, agora à noite, por unanimidade, pela continuidade da greve.
Foi aprovado o seguinte calendário:


- continuidade da greve;
- ato amanhã na Câmara;
- atos nos dias 18 e 28 de outubro e 13 de novembro;
- acompanhamento das sessões da Câmara Municipal de acordo com a pauta;
- reunião do comando de greve toda quinta-feira após as sessões;
- próxima assembleia dia 31 de outubro, às 18h, no Edilson Duarte.

#VamosAvançarNaLuta






Ocupação da Secretaria de Fazenda








Participação do SEPE Lagos em ato em frente ao Fórum de Cabo Frio.