quarta-feira, 17 de maio de 2017

Governo promete abrir as contas e regularizar situação da Educação

Após paralisação de 24h e ato em frente à prefeitura de Cabo Frio, os profissionais da Educação conseguiram uma audiência com o prefeito, no início da noite de hoje, onde o Chefe do Executivo mostrou à categoria o comprovante de depósito dos salários e se comprometeu a abrir as contas para o acompanhamento sobre os valores existentes nos cofres públicos.

Além do atraso dos salários e quebra do acordo do pagamento dos atrasados, os sindicalistas frisaram o desconto indevido do PASM e o não depósito do vale-transporte (que terá o valor reajustado por conta do aumento das passagens). O prefeito se comprometeu a regularizar a situação do vale-transporte e, ressaltou, que a prioridade é o pagamento do mês, arcando com os atrasados de acordo com a realidade financeira da cidade.

As outras demandas da categoria (triênio, quinquênio e etc) serão atendidas, segundo o prefeito, gradativamente, assim que todos os pagamentos estiverem regularizados.

Além do prefeito e dos representantes do SepeLagos, estavam presentes na reunião a secretária de Educação, Laura Barreto, o secretário de Fazenda, Clésio Guimarães, o secretário de Administração, Deodoro Azevedo e o vereador Rafael Peçanha.

A assembleia da categoria está marcada para quarta-feira, dia 17, às 18h, no Edilson Duarte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário