quarta-feira, 21 de junho de 2017

Atenção Profissionais da Educação!

Além da categoria estar com todos os seus direitos negados, como: triênio, mudança de nível, enquadramento, sem parcela do décimo terceiro de 2015; com aposentados sem receber dezembro e décimo de 2016; com contratados ainda sem receber pagamento, sem isonomia e sem a diferença de abril. O SEPE Lagos, representante legal da categoria, solicitou por três vezes o uso da tribuna, por entender que o poder legislativo tem o papel de fiscalizar as receitas do município e o modo como a mesma vem sendo gasta, uma vez que no primeiro quadrimestre chegamos a 63 MILHÕES mês. A tribuna livre foi negada por três vezes pelo presidente, Aquiles Barreto mesmo não estando sendo usada, desrespeitando o regimento interno. Porém o SEPE foi notificado e ameaçado com base no mesmo regimento que vem sendo desrespeitado, só porque a categoria não aceita a falta de posicionamento da câmara e exerce seu livre direito de manifestação.
Não aceitamos ameaças e muito menos ditadura. Somos educadores, lutamos por uma Educação que quebre barreiras e não que ponha muros.
Estamos e continuaremos nas ruas enquanto nossos direitos forem desrespeitados.




Nenhum comentário:

Postar um comentário