quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

População apoia profissionais da educação de Cabo Frio

Apesar do sol quente e da atitude arbitrária da Secretaria de Educação de Cabo Frio, de proibir a entrada dos pais de alunos e profissionais da educação nas escolas da rede municipal, a reunião com os responsáveis dos alunos da região do Peró, na Escola Evaldo Salles, superou as expectativas da categoria.

As direções das escolas sofreram ameaças e o jeito foi fazer a reunião na rua, em frente à escola, o que demonstra a falta de respeito do governo com a população em geral, uma vez que a unidade é pública e paga através de impostos dos mesmos contribuintes que enfrentaram sol de 38 graus, fora a sensação térmica.

A diretora de imprensa, Denise Teixeira, explicou toda a situação da categoria e o porquê da greve. Os responsáveis dos alunos tiraram suas dúvidas e, ao final, foram unânimes quanto ao apoio à categoria.
Daqui a pouco, às 18h, os profissionais da educação estarão na Escola São Cristóvão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário